News
Loading...

Siga-nos!

Os mestres se vão também


É com muita tristeza que fiquei sabendo da morte do grande mestre do carnaval carioca Joãosinho Trinta, responsável por carnavais memoráveis. João sempre genial, sempre polêmico. Joãosinho Trinta é também uma figura única da cultura popular brasileira - filósofo e crítico da nossa sociedade. 

Nascido numa família pobre de São Luís do Maranhão, João Jorge Trinta desde cedo fabricava seus próprios brinquedos, de onde surgiu seu gosto pelas formas, cores e materiais.

Em 1951, mudou-se para o Rio de Janeiro, para estudar dança clássica no Teatro Municipal. Durante 25 anos, tomou parte no Corpo de Baile do Teatro Municipal e encenou duas óperas, "O Guarani", de Carlos Gomes, e "Aída", de Giuseppe Verdi. 
Joãosinho Trinta ingressou no Salgueiro para realizar o Carnaval em 1961, ganhando seu primeiro título de campeão. 

Transferiu-se depois para a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis. Lá criou e organizou diversos programas sociais de inclusão da população carente, o que se tornaria sua marca registrada. 

Causou o ódio da comunidade católica em 1989 ao colocar num dos carros da Beija-flor um Cristo Redentor mendigo cercados de ratos e urubus.A igreja entrou na justiça contra a escola e a imagem foi coberta por um plástico preto onde colocaram na frente: "mesmo proibido, olhai por nos".Joaosinho sempre dizia que o povo gostava era do luxo.Quem gosta de miséria era os intelectuais.Todo desfile que tinha Joãosinho a frente era uma surpresa ninguem sabia o que esperar.Em 1992 um casal desnudo desfilou e causou problema pra joãosinho que teve que ir pra delegacia se explicar.Joãosinho disse na época que era uma homenagem a uma obra de Da Vinci.

Após 17 anos na Beija-Flor e 5 títulos, Joãosinho Trinta transferiu-se para a Viradouro onde ganhou mais um titulo. Em 1996, sofreu um derrame que deixou seqüelas, paralisando um dos lados de seu corpo. Mesmo assim continuou trabalhando.

No Carnaval de 2004, Joãosinho Trinta foi homenageado pela Rocinha, que elegeu como tema sua vida e sua obra, num desfile que foi considerado um "tributo ao grande mestre”. Joãosinho virou referencia aos novos carnavalescos um que bebeu da sua água e já foi considerado seu sucessor natural é Paulo Barros da Unidos da Tijuca sempre antenado e causando impactos nos seus desfiles. Paulo já disse em entrevistas que se inspirou em Joãosinho. 

Joãosinho que era maranhense tinha a alma carioca, mas faleceu na sua terra natal nem muito doente deixou de trabalhar e ser criativo estava em São Luiz fazendo os preparativos pra comemoração do aniversário de 400 anos da cidade em setembro próximo. 
Joasinho Trinta vá em paz descanse agora você será com certeza o padroeiro dos carnavalescos.

Só que tristeza pouca é bobagem nesse fim de 2011 outro grande mestre se foi no mesmo dia de que Joãosinho nos deixou parece que eles combinaram. Acho que foi para sentirmos tudo de uma vez só e não por prestação Sergio Britto, o grande mestre do teatro nacional se foi também. 


Sérgio que estava com 88 anos e era um dos últimos representantes da geração dos grandes atores brasileiros. Gostava tanto do teatro que não tinha paciência para TV, não gostava de novelas, sua ultima novela foi a 11 anos na REDE RECORD Vidas Cruzadas. 

Na TV só gostava do seu programa Arte com Sérgio Britto, programa esse que o fez recusar uma proposta da Rede GLOBO para fazer Passione porque a emissora exigia exclusividade e ele se recusou a deixá-lo. Era homem simples, mas tinha consciência de sua importância para a história da dramaturgia nacional. E tinha gosto pelo que fazia. Médico de formação deixou a medicina pra se dedicar ao teatro. Dizia que o palco era sua segunda casa e dizia que sua maior parceira era Fernanda Montenegro sua grande amiga. Ano passado lançou sua autobiografia onde contava sobre sua vida nos palcos. Sua ultima peça foi Recordar é viver com Suely Franco. Ganhou vários prêmios Shell e Mambembe. Atuou com as maiores atrizes e atores do Brasil.

Foi amigo de juventude de Fernando Torres, que depois virou marido da sua grande amiga Fernanda Montenegro. Disse uma vez que os dois foram os grandes responsáveis por ele ter pisado nos palcos. Tive oportunidade de vê-lo nos palcos e posso dizer ele realmente era um mestre e merece muitas homenagens. Sérgio os palcos sentirão sua falta, mas jamais te esquecerá. Vá em paz.



Sobre o Colunista:

Jonnathan AlvesJonnathan é estudante de Jornalismo e colunista do blog NOTICIA G.


Share on Google Plus

Sobre Equipe Noticia G

O Noticia G é um blog de notícias LGBT sob o princípio da diversidade. Portanto, divulgamos tudo o que cremos ser relativo a todo SER HUMANO. O blog NOTICIA G não mantém qualquer vínculo empregatício com seus colaboradores/colunistas. Todos o fazem por livre e espontânea vontade. As opiniões expressas pelos colaboradores/colunistas não refletem necessariamente a opinião do blog. Se você detém direitos sobre qualquer assunto/mídia veiculado no blog, favor contatar para retirarmos (noticiag@hotmail.com)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário