News
Loading...

Siga-nos!

NOVA REGRA PERMITE QUE CASAIS GAYS TENHAM FILHOS


O Conse­lho Federal de Medi­cina divul­gou no Diá­rio Oficial da União nesta quinta-feira (6) as novas regras de reprodução as­sistida, que é a fecun­dação em laboratório de óvulos humanos. O ma­terial biológico congela­do poderá ser utilizado mesmo após um divór­cio ou depois da morte do doador, se ele tiver auto­rizado, e a partir de ago­ra, as técnicas de repro­dução poderão ser usadas por qualquer pessoa, in­dependente da orientação sexual ou estado civil. A barriga em que a criança vai ser gerada só pode ser de alguém da família.

Características físicas como cor de cabelo e dos olhos e o sexo do bebê não podem ser escolhi­das, como já havia esta­belecido a resolução mais recente até a divulgação dos novos princípios.

Todo ano são feitas cerca de 25 mil fertiliza­ções in vitro nas mais de 180 clínicas especializa­das do país, mas os nú­meros devem aumentar. Agora, as clínicas que aplicam técnicas de re­produção assistida são res­ponsáveis pelo controle de doenças infecto-conta­giosas, coleta, manuseio, conservação, distribuição e transferência de material biológico humano.

O médico José Hiran Gallo, relator da resolução e membro do Conselho Federal de Medicina, diz que as mudanças represen­tam um avanço no Brasil.

- Tudo isso foi um avan­ço ético e um avanço na tecnologia da reprodução assistida.

A resolução define ain­da o número de embriões a serem implantados no úte­ro de acordo com a idade da paciente.

Mulheres com até 35 anos de idade podem ter até dois embriões implan­tados. Pacientes com ida­de entre 36 e 39 anos, até três embriões, e acima de 40 anos de idade, podem ser implantados até quatro embriões.

Adelino Amaral, es­pecialista em reprodução assistida diz que essa li­mitação serve para ten­tar diminuir a incidência de gravidez múltipla. Se­gundo as regras, quando isso acontece prevalece a proibição de uso de pro­cedimentos que visem à redução embrionária, por serem considerados, de acordo com Gallo, como um aborto.

A fertilização "in vitro" é a mais indicada como alternativa para os casais gays

Confira no Jornal:


Fonte: Folha do ES

Share on Google Plus

Sobre Equipe Noticia G

O Noticia G é um blog de notícias LGBT sob o princípio da diversidade. Portanto, divulgamos tudo o que cremos ser relativo a todo SER HUMANO. O blog NOTICIA G não mantém qualquer vínculo empregatício com seus colaboradores/colunistas. Todos o fazem por livre e espontânea vontade. As opiniões expressas pelos colaboradores/colunistas não refletem necessariamente a opinião do blog. Se você detém direitos sobre qualquer assunto/mídia veiculado no blog, favor contatar para retirarmos (noticiag@hotmail.com)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário