News
Loading...

Siga-nos!

Grupo Dignidade celebra 20 anos


A sala de reuniões do Grupo Dignidade, localizada no quarto andar de um prédio na Avenida Floriano Peixoto, de frente para a Praça Carlos Gomes, ficou pequena na noite de quarta-feira (14) para as mais de 70 pessoas que se reuniram para celebrar os 20 anos da entidade.

No Paraná, o Grupo foi pioneiro na defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs).

Toni Reis, um dos fundadores do Grupo junto com o parceiro David Harrad, descreveu assim a sensação de ver o ambiente abarrotado: “Estou muito feliz. Há 20 anos, no nosso apartamento, eu e o David convidamos um monte de gente para reunião de fundação do Grupo. Não apareceu ninguém. Então nós dois, sozinhos, começamos a discutir o que poderíamos fazer. A gente mesmo tinha dificuldades de falar sobre nossas demandas”, lembrou.

Na celebração do dia 14, que também incluiu o lançamento de um selo comemorativo oficial, estavam presentes representantes da Assembleia Legislativa, da Câmara de Vereadores, da APP-Sindicato e da OAB-PR, entre outras entidades.  O deputado federal Dr. Rosinha (PT-PR), reconhecido pelo Grupo como um importante aliado, também foi convidado para o evento. Não pode comparecer por motivos de agenda, mas enviou representante.

Fundado em 14 de março de 1992, o Grupo Dignidade tem a história de sua criação relatada em um livro publicado cinco anos atrás, por ocasião do aniversário de 15 anos do Grupo.

O que foi feito e o que há por fazer

Olhando para as paredes da sala, decoradas com recortes de jornal e panfletos antigos, Toni Reis puxou mais uma vez pela memória. “Antigamente, nós éramos citados pela imprensa de forma pejorativa. Mas a gente conseguiu o respeito da mídia, o respeito de importantes parcelas da sociedade. Hoje somos recebidos pelas autoridades de uma maneira tranquila.”

Para o advogado, militante de Direitos Humanos e representante da OAB-PR Dálio Zippin Filho, o Grupo Dignidade começou o processo de libertação da comunidade LGBT do estado. Zippin salientou, no entanto, que esse processo está longe de ser concluído. “Graças a esse movimento é que hoje todos vocês aqui nesta sala saíram do armário. Todas as conquistas foram suadas, mas ainda há muita coisa por fazer. Essa não é uma luta só dos homossexuais, é uma luta de todas as pessoas, porque estamos lutando por igualdade de direitos”, definiu.

A presidenta da APP-Sindicato, Marlei Fernandes de Carvalho, ressaltou as barreiras e preconceitos que ainda precisam ser vencidos dentro da escola. “É uma dívida que nós da educação temos com a sociedade. Porque é lá, no interior da escola, que está todo o processo de formação. Nós sabemos hoje o quanto os LGBTs ainda sofrem dentro da escola”, assumiu.

Para ajudar a saldar essa dívida, Toni Reis, que também é formado em licenciatura, anunciou a criação, pelo Dignidade, de um Coletivo de Educação. O grupo irá debater cursos de capacitação para professores, analisar materiais e estudar parcerias. “Como mestre, concordo com a Marlei, acho que a educação é a solução de nossos problemas. O preconceito vem da desinformação ou da informação distorcida. Por isso vamos centrar fogo na educação”, anunciou.

Outro anúncio da noite foi feito pelo deputado estadual Professor Lemos (PT). Segundo o parlamentar, já está pronto para ser votado em plenário o projeto, de sua autoria, que garante o direito ao uso do nome social por travestis e transexuais em escolas e repartições públicas e privadas do Paraná. Lemos também é autor do projeto que transformou a data de 17 de maio no Dia Estadual de Combate à Homofobia. “Nós aprendemos muitos e aos poucos vamos conseguindo construir uma sociedade justa e igualitária, sem as barreiras do preconceito.”

O deputado concluiu sua intervenção citando uma frase que, de acordo com ele, aprendeu com os militantes do movimento LGBT. “Vocês me ensinaram que ‘a medida do amor não tem medida’”, finalizou.

Share on Google Plus

Sobre Equipe Noticia G

O Noticia G é um blog de notícias LGBT sob o princípio da diversidade. Portanto, divulgamos tudo o que cremos ser relativo a todo SER HUMANO. O blog NOTICIA G não mantém qualquer vínculo empregatício com seus colaboradores/colunistas. Todos o fazem por livre e espontânea vontade. As opiniões expressas pelos colaboradores/colunistas não refletem necessariamente a opinião do blog. Se você detém direitos sobre qualquer assunto/mídia veiculado no blog, favor contatar para retirarmos (noticiag@hotmail.com)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário